• (54) 3316-4000 | 2103-4000
  • sac@hsvp.com.br

Dia Mundial da Alimentação chama atenção para dieta equilibrada

  • 16/10/2020

No dia 16 de outubro lembra-se o Dia Mundial da Alimentação, data implementada para alertar sobre a importância de uma alimentação saudável, acessível e de qualidade. Para a Nutricionista do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, Tamara Becker, é essencial manter na dieta alimentos específicos que fornecem além dos nutrientes, inúmeras possibilidades de preparo e combinações, ajudando no bom desempenho do organismo tanto no aspecto físico quanto no mental.

            Em contraponto à busca dessa dieta saudável está a correria do dia a dia que muitas vezes implica em um tempo menor para realizar as refeições, levando ao consumo de alimentos 

que segundo Tamara “são nutricionalmente desbalanceados por conta de sua formulação e seu processamento”. Esses alimentos geralmente produzidos por grandes empresas passam por “diversas etapas e técnicas de processamento e muitos ingredientes, incluindo sal, açúcar, óleos, gorduras e outras substâncias nocivas”, destaca a profissional.

            A nutricionista ainda ressalta como esses alimentos ultraprocessados interferem nesse fornecimento de nutrientes e as razões pelas quais devem ser evitados. “”Essas razões estão relacionadas à composição nutricional desses produtos, às características que os ligam ao consumo excessivo de calorias, além de ser pobres em fibras, que são essenciais para a prevenção de doenças do coração, diabetes e vários tipos de câncer”, pontua. Dentre eles, “os biscoitos recheados, salgadinhos de pacote e o macarrão instantâneo são os mais prejudiciais para o organismo”, salienta Tamara.

Consumo de produtos in natura

Os alimentos in natura ou minimamente processados são a base para uma alimentação balanceada, saudável e saborosa. São eles os responsáveis por inúmeros benefícios para nossa saúde, pois, são “obtidos diretamente de plantas ou de animais e adquiridos para o consumo sem que tenham sofrido qualquer alteração após deixarem a natureza”, afirma Tamara.

            Entre eles estão os legumes, verduras, frutas, tubérculos, cereais, entre outros. Mas, para que o consumo desses alimentos esteja adequado é importante observar alguns pontos como aparência, cor, cheiro, textura e sabor.

Evite o desperdício e reaproveite os alimentos

            Para evitar o desperdício de alimentos, o reaproveitamento é um ponto importante, mas deve-se levar em conta o armazenamento adequado para cada tipo de alimento. Os alimentos não-perecíveis devem estar em locais secos, arejados, em temperatura ambiente e longe dos raios solares. Já os perecíveis e que estragam com facilidade devem ser mantidos em ambientes refrigerados ou congelados. 

            A nutricionista alerta para que na hora das compras, “o ideal é comprar apenas a quantidade necessária para o consumo, evitando que alimentos estraguem na geladeira ou despensa. Verificar a data de validade de cada produto para não comprar uma grande quantidade de um alimento que está próximo de vencer”. Tamara ainda fala da importância de saber dosar a quantidade de comida na hora do preparo. “É importante cozinhar e servir apenas a quantidade necessária para o consumo, evitando que os restos do prato acabem indo para o lixo”, enfatiza. 

Foto: Tamara é nutricionista do HSVP (Foto: Assessoria de Imprensa HSVP/Divulgação)