• (54) 3316-4000 | 2103-4000
  • sac@hsvp.com.br

Doar sangue nos faz olhar para o mundo com mais humanidade, relata doador

  • 29/07/2020

Raridade é o estado ou qualidade do que é raro. O sangue pode ser considerado como uma raridade, pois, é um produto que não pode ser fabricado e depende única e exclusivamente de um gesto de solidariedade, de doação. Neste ano, a campanha de doação de sangue do Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, “Quando não existe doador, todo sangue é raro”, aborda a questão do sangue raro, mas reforça a ideia de que se não houver doadores, o sangue, seja qual for seu tipo, se torna uma raridade. 

“A mudança começa com a gente, pelas nossas atitudes. Temos o poder de mudar a vida de alguém, através da doação de sangue”, conta o Designer Gráfico do HSVP, Luiz Henrique Lorenzi, que há dois anos realiza doação de sangue e, nesta segunda-feira, 27 de julho, fez sua primeira doação Automatizada de Duplo de Hemácias. “Foi uma nova experiência, a doação automatizada de duplo de hemácias beneficia ainda mais quem vai receber”, relata. “Já fiz muitos trabalhos com a Hemoterapia, mas estar do outro lado, como doador, me fez ver esse espaço de uma forma diferente. Doar sangue nos faz olhar para o mundo com mais humanidade e agradecer por poder fazer uma boa ação a alguém”, pontua.

Muitas vezes gostaríamos de ajudar, mas nos sentimos impotentes. É preciso entender que grandes ações não são as únicas formas de ajudar. Às vezes, salvar uma vida não depende de uma doação de dinheiro, mas de um gesto solidário de doação de sangue. “Temos o poder de salvar vidas, doar sangue pode parecer uma atitude simples, mas é muita coisa”, salienta Lorenzi.

Foto: Doar sangue é ter o poder de transformar vidas (Foto: Ascom HSVP/Caroline Silvestro)